Buscar

TARIG, linhas aéreas democráticas


Uma pequena reflexão, do genial e saudoso Rubem Alves, sobre democracia para esta época de eleições.

"Senhores passageiros do voo 066, Paris-São Paulo, da TARIG, linhas aéreas democráticas." A voz soou metálica na sala do aeroporto onde os passageiros aguardavam o início do mbarque. Cessaram imediatamente as conversas, fez-se silêncio e os passageiros trataram de prestar atenção nas instruções que se seguiram.A voz continuou:

"A TARIG, linhas aéreas democráticas, no esforço para democratizar os seus serviços, avisa aos senhores passageiros que dentro de alguns minutos terá início uma assembléia livre e soberana para a escolha democrática do piloto que comandará o voo Paris-São Paulo. Os candidatos poderão se inscrever no balcão da empresa devendo, para isso, preencher as seguintes condições: (1) ser maior de idade; (2) dar prova de ser capaz de assinar o nome".

Fez-se um grande silêncio no sala de embarque. Os passageiros olharam uns para os outros, incrédulos, pegaram suas bolsas, pastas e mochilas em silêncio e deixaram vazia a sala da TARIG, linhas aéreas democráticas, e foram em busca de uma linha aérea que, sem ser democrática, fosse inteligente e que escolhesse seus pilotos por competência e não por voto da maioria."

RUBEM ALVES, in Ostra Feliz Não Faz Pérola.

#literatura #política

0 visualização
  • LinkedIn Basic Black
  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Preto Ícone YouTube
  • Preto Ícone Instagram

© 2014. Criado por Gabriel Cardoso. Conteúdo permitido para utilização desde que citada a fonte.