top of page
Buscar

Impacto além da bolha: explorando novos horizontes na economia de impacto




“Furar a bolha” significa romper com os limites de um grupo isolado ou sistema fechado, de informações e opiniões, alcançando e interagindo com outros públicos/sistemas mais amplos e diversificados.


E esse foi um dos assuntos que emergiu no evento Sitawi Insights. A Sitawi Finanças do Bem é uma organização que ao longo dos últimos 15 anos tem contribuído para o desenvolvimento da infraestrutura para a economia de impacto no Brasil.


Ao falar sobre o poder do capital empático para a transformação socioambiental — via impacto com retorno financeiro — discutiu-se a importância das lideranças comunitárias, da inclusão do afeto nas lógicas de negócio e de investimento, das diferenças entre valorar e valorizar e, claro, sobre furar a bolha do investimento social.


O ponto alto da manhã foi o painel ‘caminhos para o impacto positivo’ que trouxe uma discussão sobre as abordagens dos family offices e do mercado financeiro para o investimento de impacto e a filantropia. Aqui os principais destaques foram a mobilização de novas famílias investidoras para adoção de impacto nas carteiras, o exercício de um postura de questionamento e escuta simultânea, o foco em estratégias de longo prazo, a fuga da armadilha da renda média e, claro, furar a bolha.


Nao é estigmatizando, ironizando ou caricaturando os que não estão na nossa bolha da filantropia, dos negócios e dos investimentos de impacto que iremos furá-la — pelo contrário.


Saí do evento com a crença reforçada de que um dos caminhos é por meio de estruturas e espaços para que o diálogo, a escuta qualificada e a negociação honesta aconteçam. Talvez assim criaremos causas e condições para que a colaboração e as parcerias intersetoriais construam visão de futuro, objetivos e projetos comuns, fundindo um pouco cada uma das bolhas que estamos, ou não.


Acredito que um dos trabalhos que a Sitawi tenha se esforçado em fazer seja nessa direção. Parabéns Leonardo Letelier, Bruno Girardi e todo o competente time de 80 pessoas pelos 15 anos de trabalho relevante ao ecossistema de impacto socioambiental brasileiro!



6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page