top of page
Buscar

Parcerias estratégicas e empreendedorismo social: a história por trás do primeiro levantamento não-governamental sobre o autismo




Tanto no universo das políticas publicas quanto no universo do empreendedorismo social, o problema social é o ponto de partida. Conhecê-lo em profundidade, compreendendo causas, efeitos, nuances e inter-relações é condição necessária para enfrentá-lo.

 

O autismo, problema cada vez mais popular no Brasil, carecia de dados que trouxessem o perfil e as características sociodemográficas das pessoas diagnosticadas. Foi aí que a musicoterapeuta de crianças autistas e empreendedora social de Brasília Ana Carolina Steinkopf encontrou uma oportunidade de impacto: construir um mapa que trouxesse esses dados para a sociedade.

 

Carol montou um time campeão, contando, inclusive com pessoas autistas; firmou parceria com a UnB, articulou com parceiros da iniciativa priva, terceiro setor e poder público e então conduziu o protótipo e entrega do Mapa do Autismo Brasil (MAB): o primeiro levantamento não-governamental sobre o autismo.

 

Nós, do Instituto Sabin, temos orgulho por estarmos parceiros estratégicos do MAB, pois acreditamos que ele contribui, em especial, para nosso eixo estratégico 1: promover acesso a saúde integral para pessoas em situação de vulnerabilidade.

 

O mapa não ajuda somente quem busca enfrentar o problema do autismo, ele também ajuda quem sofre com o problema. Se você é autista, cuidador ou conhece alguém que seja, vale conferir os resultados da primeira edição com o recorte no Distrito Federal.

 




  

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page