Buscar
  • Gabriel Cardoso

Como lidar com ambiguidade, incerteza e riscos?



Vida acelerada, mudança contínua, certezas cada vez mais passageiras. A mudança sempre fez parte da rotina do ser humano, mas nunca foi tão veloz como hoje. O sociólogo e filósofo polonês Zygmunt Bauman (1925-2017) até cunhou a expressão modernidade líquida, considerando a fluidez e volatilidade das relações entre sujeitos e instituições no mundo em que vivemos.


Navegar na liquidez, exige que empreendedores sociais tenham a capacidade de lidar, de forma natural, com ambiguidade, riscos e incertezas. Tomar decisões sob condições de incerteza com disponibilidade limitada e ambígua de informações e sabendo calcular e gerenciar os riscos possíveis é uma competência essencial nos dias de hoje. 


Em virtude do mar revolto que vivemos na modernidade líquida, é necessário usar formas estruturadas para testar ideias antes de implementá-las, calculando e gerenciando o risco de fracasso que possa surgir de uma mudança brusca ou de um fato não planejado. Isso impõe ao empreendedor social a capacidade de manusear as novas situações que surgem com mais velocidade, conseguindo pivotar (mudar de direção) estratégias quando necessário.


O cenário de mudança veloz gera, entre outras consequências, o medo e com isso a paralisia para criar, agir e decidir. Assim sendo, para aprender a lidar com ambiguidade, incerteza e riscos, primeiro é necessária a redução e/ou eliminação do medo de criar, agir e decidir. Compreender e internalizar a transitoriedade e a impermanência das situações, pode ajudar nesse processo.


Em seguida, é importante aprender a avaliar os benefícios e riscos de ações imaginadas assim como de possibilidades alternativas, o que viabiliza escolhas mais efetivas. Nesse caso, falamos da imaginação e da abertura a alternativas, o que exige flexibilidade mental. A verdade é que há sempre outros caminhos possíveis.


Em um nível mais avançado, por fim, a capacidade de ponderar e gerenciar riscos durante o processo criativo e decisório, apesar da incerteza e da ambiguidade, pode ser um antídoto ao medo excessivo na modernidade líquida. Risco, de uma forma geral, é a soma da (I) probabilidade de que algo ocorra com (II) o impacto (negativo ou positivo) da ocorrência. Há riscos aceitáveis e não-aceitáveis e há formas de gerenciar o primeiro grupo (mitigar, reduzir e /ou transferir, por exemplo).


Seja você empreendedor social ou não, saiba que navegar na modernidade líquida é preciso, viver não é preciso.!



---




—> Se você quiser desenvolver, de forma prática, a competência para lidar com incertezas, ambiguidades e riscos, candidate-se para a pós-graduação em Impacto, Inovação e Empreendedorismo Social no UDF https://www.mudevoceomundo.com/pos-graduacao


—> Texto originalmente publicado plataforma online da Comunidade Impact Hub: https://brasilia.impacthub.net/elodeimpacto/